01 junho, 2007

Lawrence of Arabia (1962) - Trailer

Este filme assim como Peter O'Toole, o actor principal, "enchiam por completo as medidas" da minha tia Susana, da Titi. Este post é uma pequena homenagem que lhe faço, não póstuma ainda mas quase.

2 comentários:

  1. este filme sempre me encheu as medidas...
    nunca soube as medidas da Titi, nunca soube sequer que ela gostava deste filme
    nem de que outros gostou
    nunca soube nada dela, nem vago nem profundo
    nunca falou comigo
    à beira dela senti-me sempre um objecto pequeno que ela observava com um certo ar de nojo
    parecia que tinha que olhar para mim, por uma razão que sempre me escapou, porque era filho do irmão, talvez
    nunca deixou de ter um ar de redundancia para mim, como se eu fosse um acontecimento que ela não conseguiu evitar
    foi sempre uma reprovação asfixiante para mim
    por que raio é que esta senhora não me diz de vez o que quer
    e sai
    depois o tempo passou, a minha vida mudou e eu mudei, também
    comecei a gostar dela pela minha irmã (esta do blog)
    elas adoravam-se desde que me lembro, ao ponto de ao longe parecer que a Titi gostava de alguma coisa
    este gostar por...
    existe
    depois a Titi foi muito importante para a vida dela, ela foi muito importante (imprescindivel) para a minha vida
    e eu fiquei a gostar da Titi
    não digo que não tentei quebrar o gelo, mas tal como o Titanic era muito grande o iceberg era 4000 maior
    além de que eu já não disfarçava muito bem o frio dos meus ossos
    isto não é póstumo ainda, embora o seja na realidade porque era a Ela, a Titi, que eu queria dizer isto
    Ela, a outra, a Susana, é para quem eu escrevo isto
    porque é muito (ou tudo)do que interessa neste mundo
    portanto á isto é um beijo, não póstumo, à Titi

    ResponderEliminar